Olimpíada Brasileira de Química

  1. PROGRAMA OBQ - FASE III

    Modalidade A:

    1. Matéria: elemento, substância, mistura. Processos de separação de misturas. Alotropia. Propriedades físicas: temperaturas de fusão e ebulição, densidade e solubilidade.
    2. Diagramas de fases. Fenômenos físicos e químicos.
    3. Átomos e partículas subatômicas. Semelhanças atômicas.
    4. Modelos atômicos: clássicos e quânticos. Números quânticos, orbitais atômicos puros e híbridos. Configurações eletrônicas.
    5. Tabela periódica: histórico e propriedades.
    6. Ligações químicas. Fórmulas eletrônicas e estruturais. Geometria molecular.
    7. Forças intermoleculares. Polaridade de ligações e de moléculas.
    8. Funções inorgânicas.
    9. Reações químicas e leis ponderais. Cálculos estequiométricos. Balanceamento.
    10. Lei dos gases ideais. Misturas gasosas: pressão parcial e volume molar.
    11. Soluções: classificação, propriedades e preparação. Diagramas de solubilidade. Unidades de concentração. Diluição e misturas. Titulometria.
    12. Propriedades coligativas.
    13. Termoquímica: entalpia, Lei de Hess, energia de ligação, entropia e energia livre.
    14. Cinética química.
    15. Equilíbrio químico de sistemas homogêneos e heterogêneos.
    16. pH, pOH, solução tampão e hidrólise.
    17. Radioatividade e química nuclear.
    18. Ambiente, química verde e sustentabilidade.
    19. Química no cotidiano.
    20. Laboratório: noções de segurança, vidrarias e seus usos, técnicas de separação e purificação de substâncias.

    Modalidade B:

    1. Matéria: elemento, substância, mistura. Processos de separação de misturas. Alotropia. Propriedades físicas: temperaturas de fusão e ebulição, densidade e solubilidade.
    2. Diagramas de fases. Fenômenos físicos e químicos.
    3. Átomos e partículas subatômicas. Semelhanças atômicas.
    4. Modelos atômicos: clássicos e quânticos. Números quânticos, orbitais atômicos puros e híbridos. Configurações eletrônicas.
    5. Tabela periódica: histórico e propriedades.
    6. Ligações químicas. Fórmulas eletrônicas e estruturais. Geometria molecular.
    7. Forças intermoleculares. Polaridade de ligações e de moléculas.
    8. Funções inorgânicas.
    9. Reações químicas e leis ponderais. Cálculos estequiométricos. Balanceamento.
    10. Lei dos gases ideais. Misturas gasosas: pressão parcial e volume molar.
    11. Soluções: classificação, propriedades e preparação. Diagramas de solubilidade. Unidades de concentração. Diluição e misturas. Titulometria.
    12. Propriedades coligativas.
    13. Termoquímica: entalpia, Lei de Hess, energia de ligação, entropia e energia livre.
    14. Cinética química.
    15. Equilíbrio químico de sistemas homogêneos e heterogêneos.
    16. pH, pOH, solução tampão e hidrólise.
    17. Radioatividade e química nuclear.
    18. Ambiente, química verde e sustentabilidade.
    19. Química no cotidiano.
    20. Laboratório: noções de segurança, vidrarias e seus usos, técnicas de separação e purificação de substâncias.
    21. Eletroquímica: células galvânicas e eletrolíticas. Equação de Nernst. Corrosão. Proteção anódica e catódica.
    22. O átomo de carbono. Ligações do carbono. Fórmulas estruturais. Cadeias carbônicas.
    23. Funções orgânicas: identificação, nomenclatura e representações estruturais.
    24. Isomeria: constitucional, estereoisomeria (configuracional e conformacional).
    25. Propriedades físicas das substâncias orgânicas. Correlação entre estrutura e propriedades.
    26. Acidez e basicidade das substâncias orgânicas.
    27. Reações orgânicas: substituição, adição, eliminação, oxidação, redução e polimerização.
    28. Polímeros.
    1. Biomoléculas.
    2. Biocombustíveis.

No caso da Olimpíada Brasileira de Química Modalidade A há, ainda, uma 2ª avaliação, de conhecimentos de laboratório, destinada aos estudantes do grupo A agraciados com medalhas. Neste exame, são priorizados aspectos laboratoriais: manipulação de vidraria comum, uso de material volumétrico (pipetas, buretas, provetas, balões. Métodos de purificação e separação (destilação, recristalização, cromatografia em placa etc). Medidas fisico-químicas (intervalos de fusão, grau de solubilidade).

Para a escolha dos componentes da delegação brasileira nas competições internacionais, o processo seletivo prossegue com uma avaliação final envolvendo, pelo menos, os 15 (quinze) estudantes de maiores médias os quais participaram do Curso de Aprofundamento e Excelência em Química.