Olimpíada Brasileira de Química

PROGRAMA OBQ - FASE III

Modalidade A: ( 1ª e 2ª ano do ensino médio )

  • Matéria: elemento, substância, mistura. Processos de separação de misturas. Alotropia. Propriedades sicas: temperaturas de fusão e ebulição, densidade e solubilidade.
  • Diagramas de fases. Fenômenos sicos e químicos.
  • Átomos e partículas subatômicas. Semelhanças atômicas.
  • Modelos atômicos: clássicos e quânticos. Números quânticos, orbitais atômicos puros e híbridos. Comfigurações eletrônicas.
  • Tabela periódica: histórico e propriedades.
  • Ligações químicas. Fórmulas eletrônicas e estruturais. Geometria molecular.
  • Forças intermoleculares. Polaridade de ligações e de moléculas.
  • Funções inorgânicas.
  • Reações químicas e leis ponderais. Cálculos estequiométricos. Balanceamento.
  • Lei dos gases ideais. Misturas gasosas: pressão parcial e volume molar.
  • Soluções: classificação, propriedades e preparação. Diagramas de solubilidade. Unidades de concentração. Diluição e misturas. Titulometria.
  • Ambiente, química verde e sustentabilidade.
  • Química no cotidiano.
  • Laboratório: noções de segurança, vidrarias e seus usos, técnicas de separação e purificação de substâncias.

Modalidade B: (3º ano o ensino médio e 4º ano do ensino técnico)

  • Matéria: elemento, substância, mistura. Processos de separação de misturas. Alotropia. Propriedades sicas: temperaturas de fusão e ebulição, densidade e solubilidade.
  • Diagramas de fases. Fenômenos sicos e químicos.
  • Átomos e partículas subatômicas. Semelhanças atômicas.
  • Modelos atômicos: clássicos e quânticos. Números quânticos, orbitais atômicos puros e híbridos. Configurações eletrônicas.
  • Tabela periódica: histórico e propriedades.
  • Ligações químicas. Fórmulas eletrônicas e estruturais. Geometria molecular.
  • Forças intermoleculares. Polaridade de ligações e de moléculas.
  • Funções inorgânicas.
  • Reações químicas e leis ponderais. Cálculos estequiométricos. Balanceamento.
  • Lei dos gases ideais. Misturas gasosas: pressão parcial e volume molar.
  • Soluções: classificação, propriedades e preparação. Diagramas de solubilidade. Unidades de concentração. Diluição e misturas. Titulometria.
  • Propriedades coligavas.
  • Termoquímica: entalpia, Lei de Hess, energia de ligação, entropia e energia livre.
  • Cinética química.
  • Equilíbrio químico de sistemas homogêneos e heterogêneos.
  • pH, pOH, solução tampão e hidrólise.
  • Radioatividade e química nuclear.
  • Ambiente, química verde e sustentabilidade.
  • Química no cotidiano.
  • Laboratório: noções de segurança, vidrarias e seus usos, técnicas de separação e purificação de substâncias.
  • Eletroquímica: células galvânicas e eletrolíticas. Equação de Nernst. Corrosão. Proteção anódica e catódica.
  • O átomo de carbono. Ligações do carbono. Fórmulas estruturais. Cadeias carbônicas.
  • Funções orgânicas: identificação, nomenclatura e representações estruturais.
  • Isomeria: constitucional, estereoisomeria (configuracional e conformacional).
  • Propriedades sicas das substâncias orgânicas. Correlação entre estrutura e propriedades.
  • Acidez e basicidade das substâncias orgânicas.
  • Reações orgânicas: substituição, adição, eliminação, oxidação, redução e polimerização.
  • Polímeros.
  • Biomoléculas.
  • Biocombustíveis.



Conteúdos programáticos específicos:

OBQ Fase IV -  A Olimpíada Brasileira de Química Modalidade A prossegue com três (3) outras fases , a primeira delas denominada OBQ Fase IV, constituída por uma avaliação de conhecimentos de laboratório, destinada aos estudantes da modalidade A agraciados com medalhas. O exame fundamenta-se em vídeos de experimentos de laboratório, com duração aproximada de 15 minutos, e conteúdo programático igual ao da Modalidade B. São priorizados aspectos laboratoriais relativos a manipulação de vidraria comum, uso de material volumétrico (pipetas, buretas, provetas, balões. Métodos de purificação e separação (destilação, recristalização, cromatografia em placa etc). Medidas fisico-químicas (intervalos de fusão, grau de solubilidade). 

Trata-se da primeira etapa do processo seletivo para a escolha dos componentes da delegação brasileira nas olimpíadas internacionais do ano em curso. Este processo seletivo prossegue com a Fase V constituída pelo Curso de Aprofundamento e Excelência em Química  que reúne, pelo menos, os 15 (quinze) estudantes de maiores médias na etapa anterior, os quais participarão, em seguida uma avaliação final, Fase VI, que indica os estudantes que representarão o Brasil em dois (2) certames internacionais de química: IChO e OIAQ. O conteúdo programático deste exame fica bem definido, em janeiro cada ano, no caderno de questões preparatórias para a IChO seguinte.